Abril 04 2009

O ESPÌRITO DAS GARGALHADAS E DAS RISADAS

                        Rir com  a primaveril chilrreada dos pássaros que povoam o Parque  Natural das Fervenças é maravilhoso!Rir de alguém é vil.Nós,Portugueses,rimos de tudo e  de todos.Achamos graça ao que não tem graça nenhuma:somos como aqueles poetas neo-românticos,sentados à borda da lagoa da Vela,quer a pescar à cana,quer a escrever versos de amor às ninfas das águas,dos bosques e dos campos,banhando-se,uns,em  muitas lágrimas;outros em risadas metafísicas...
       Tenho nas minhas mãos um livro da Editorial  Caminho com as Obras Completas de Carlos de Oliveira.Na página 567 "O iceberg(grande bloco de gelo à deriva),Carlos de Oliveira imprimiu no papel "Carta a uma estudante de literatura que me pede dados biográficos".Parece-me que não é preciso mais avanço das 17 páginas impressas sobre uma escrita de inspiração natural e humana.Ao leitor desejoso de saber mais sobre "O iceberg"aconselho a........................
         Carlos Baudelaire(poeta francês),autor de " Flores do Mal",dizia-em vão-que no riso(sarcástico) há sempre algo de demoniaco.Na verdade ,onde há gargalhadas,risos e risadas,não há solidariedade nem amor pelo próximo.Onde há burla,não há compaixão.Epicteto,filósofo grego,já palpitava no seu tempo que ia ser escravo dos romanos,e condoído pelas cenas burlescas que figuravam nas órgias e festins dos césares,ele,homem cultíssimo,de bem,impoluto e incorruptível;gravou em pele de cabra(pergaminho)"A Lei dos Contrários".Eu até me rio de mim mesmo quando leio a Epicteto!A República da Costa Rica  teve nos anos 60 um grande filósofo ortodoxo,oriundo de Saragoza,Espanha,que fez uma intensa obra intelectual nesse pequeno País da América Central,reconhecido  em todo o mundo como a pequena Suiça centro -americana.E para seguir os passos de Sócrates O grego ,que não deixou nada escrito,criou a Cátedra de Estudos de Filosofia Moderna na Universidade de Costa Rica,em San José,capital da Costa Rica.Este Príncipe-Filósofo ,cidadão do mundo,amava mais o próximo que a si mesmo.Quando ia pescar para os rios pescar trutas ,barbudos,tilápias e langostins,com cana de bambú ,tambem tinha tempo para se rir de si mesmo...Por isso mesmo morreu  e foi sepultado em campa rasa sem  reais honores honoríficos.Ele não queria saber nada de Títulos Honoríficos.A Assembleia da República da Costa Rica declarou-o  Benemérito da  Pátria,pela sua grande preocupação em ensinar e formar.Luis de Jesus durante a sua longa estadia na Costa Rica teve o cuidado de conhecer a vida e obra desse Patriarca da Liberdade  e do conhecimento. Quem visitar a Sé Velha de Coimbra poderá ver o túmulo de D.Vataza Láscaris,familiar distante de Constantino Láscaris e de Don Juán Láscaris,com residência em Madrid;senhora oriunda de família nobre de Trebizonda,que fora aia de D.Isabel de Aragão.Mais não digo.

        Os ingleses,gente colérica e racista,dizem que os portugueses são tristes,não riem.O riso,o riso!Que faríamos sem ele?Mas cuidado.Muito cuidado.Porque o burlão,o frequentador de taberna é,no fundo,um pobre mortal que não compreende a dor alheia,que vive na Lua,com os pés em Marte...
     Daqui por diante,ao (nos) rirmos de alguém,perguntémo-nos sempre:De que lado de minha Alma deriva o meu riso?.


                                   Luis de Jesus----Aljuriça

 

publicado por luiscatina às 22:04

mais sobre mim
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
16
17
18

19
20
22
23
24

26
28
30


pesquisar
 
blogs SAPO